Erros comuns ao comprar um computador

Nós estamos na era digital e todos os dias milhares de computadores são vendidos no mundo. O grande problema é que muitas pessoas compram seus computadores sem saber o que estão comprando. Por isso separamos alguns erros comuns ao comprar um computador.

Uma grande parte das pessoas que vão comprar um computador olham apenas 3 características: tamanho do hd, quantidade de memória ram e “velocidade” do processador. Realmente esses itens são importantes, mas existem muitos outros parâmetros que devem ser avaliados para que você não compre o computador errado.

Portanto, veja a lista dos erros comuns ao comprar um computador:

1 – Comprar sem avaliar as suas necessidades

Existem computadores de vários preços diferentes, assim como existem vários tipos de usuários. Se você quer um computador para acessar a Internet, usar o pacote do Microsoft Office e ver filmes, você pode comprar um computador barato.

Não compre um computador porque ele é o último lançamento e todos estão falando bem dele, se você não vai precisar de trabalhar com programas de design, engenharia, projetos ou jogos realistas.

Erros comuns ao comprar um computador - foto de um computador potente

Fonte: noreset

2 – Acreditar que memória ram, HD e processador são os únicos itens que importam

Se você acha isso, você está muito, mais muito enganado! Talvez esse seja o campeão da lista dos erros comuns ao comprar um computador. Realmente a quantidade da memória ram, a capacidade de armazenamento do HD e o clock do processador são importantes, mas eles são somente uma pequena parte do computador. Além disso, tem outros parâmetros para serem analisados, mesmo dentro desses 3 itens.

A memória ram não pode ser avaliada somente pela quantidade de armazenamento. Ela também tem que ser avaliada pela sua frequência. Você sabia que a memória ram possui uma frequência? Essa frequência é tão importante quanto a sua capacidade de armazenamento. Por isso não se iluda se sua memória ram é de 16GB, ela pode ter uma frequência de clock menor do que uma de 8GB.

O HD também tem a rotação do disco. A maioria dos computadores populares vem com rotação de 5400 rpm, mas você pode achar com rotações de 7200 rpm ou superiores.

O processador tem vários outros parâmetros para ser avaliado além da famosa frequência de clock. Você tem que avaliar quantidade de núcleos, tamanho da memória cache L1, L2, L3 e outros. Importante destacar que a quantidade de núcleos e o tamanho da memória cache L1 podem ser mais importantes para a velocidade do seu computador do que a frequência de clock.

Ainda tem as outras partes do computador, como por exemplo: placa de vídeo, placa de rede, webcam, tecnologia da USB, tecnologia bluetooth, velocidade do drive de DVD…

Vários itens possuem parâmetros que precisam ser avaliados.

3 – Achar que já sabe como um item funciona

Só porque você tem um outro computador que possui Bluetooth e Wi-fi, não quer dizer que o Bluetooth e Wi-fi do seu novo computador funcionarão da mesma maneira.

A Wi-fi de um computador pode conseguir achar mais redes do que a de outro computador. Por isso, nunca assuma que você já sabe como um item funciona, verifique os dados técnicos do computador para ter certeza do que está comprando.

4 – Assumir que um item já vem incluso

Todos os notebooks possuem uma webcam? A resposta é não. Realmente a webcam é um item comum nos notebooks, mas não é obrigatório. Por isso, se você quer uma webcam, verifique se o notebook que você quer comprar tem uma. Isso foi somente um exemplo, os fabricantes tiram alguns itens do computador para reduzir o seu custo.

Alguns itens como USB 3.0, leitor de cartão e drive de DVD não estão presentes em vários notebooks. Fique atento!

5 – Pensar que os componentes podem ser trocados futuramente

Essa situação é bem complicada, principalmente quando se trata de um notebook. Não compre um computador pensando em trocar os seus componentes no futuro, a não ser que você realmente saiba o que está fazendo.

Só para efeito de ilustração, vamos pensar em um processador. Poucos processadores podem ser trocados por outros mais novos. Isso acontece devido ao slot (lugar onde o processador encaixa na placa-mãe) ser diferente para diversos processadores. Além disso, a placa mãe do seu computador pode não suportar uma frequência de clock maior do que aquela do seu processador atual.

Resumindo, nunca compre um computador barato pensando que no futuro você poderá comprar novas peças para o mesmo e assim deixá-lo super rápido.

6 – Comprar o mais barato

Esse erro pode custar caro. Imagine que você precisa de um computador para fazer alguns projetos e você decide comprar o mais barato. E aí que o problema começa!

Se você comprou qualquer computador só pelo preço, você corre o risco de não conseguir utilizá-lo para a tarefa que você precisa. Se você descobrir isso depois do período de troca, você terá que comprar outro computador. Por isso, avalie a capacidade do computador e a sua necessidade.

erros comuns ao comprar um computador - computador antigo

Fonte: tweentysomethingliving

Você se identificou com algum dos erros comuns ao comprar um computador?

Você pode não ter cometido nenhum desses erros, mas provavelmente você conhece alguém que já passou por isso. Esse tipo de situação é extremamente comum. A principal mensagem desse artigo é, pesquise o máximo que você puder sobre o computador antes de você comprá-lo!

Se você não tem paciência para ficar analisando qual computador é melhor, procure por alguém que entenda desse assunto. Isso pode fazer você economizar bastante dinheiro.

Para ver outros artigos relacionados ao “Erros comuns ao comprar um computador”, clique em: curiosidades

Compartilhe essa informação:

5/5 (1)

Por favor, avalie esse artigo:

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

shares